Categorias

Produtos

Destaques

Categorias do Blog

Categorias do Blog

Nova etiqueta energética

Categoria: Notícias Data: Comentários: 0 Hit: 180

Nova etiqueta energética

A nova etiqueta impulsiona a oferta e a procura de produtos energeticamente mais eficientes

A etiqueta energética de produtos consumidores de energia é, desde a década de 90, uma das ferramentas mais conhecidas dos consumidores de apoio ao processo de escolha de novos produtos. 

Concebida inicialmente com a escala energética entre A e G, a evolução tecnológica dos vários produtos ao longo dos anos tornou necessário ajustar esta escala introduzindo as classes A+, A ++ e A+++ para dar resposta a produtos mais eficientes. No entanto este acrescento de classes esgotou o seu potencial não sendo neste momento facilmente percetível para o consumidor a efetiva diferença entre classes e a mais valia de um produto de classe A face aos de classes A adicionais. 

Assim sendo, em 2017 a Comissão Europeia publicou o Regulamento (UE) 2017/1369 relativo à etiquetagem da eficiência energética. Este regulamento substitui a anterior diretiva e introduz alterações substanciais na aplicação da etiqueta energética no mercado, a mais relevante e percetível das quais se configura no reescalonamento da classe energética, regressando à escala de A a G.

É neste contexto que surge o projeto Label 2020, para garantir a boa adoção deste novo regulamento e apoiar o mercado na transição para a nova etiqueta energética. Este projeto arrancou em junho de 2019 e durará até janeiro de 2023. É coordenado pela Agência de Energia Austríaca e está presente em 16 estados membros da União Europeia.

 

Os objetivos do projeto Label 2020 consistem no apoio a:

- Consumidores e profissionais: através de campanhas informativas e eficazes, serviços e ferramentas.

- Distribuidores: na implementação correta, eficiente e eficaz da nova etiqueta nos pontos de venda físicos e nos canais de vendas on-line.

- Fabricantes: no fornecimento de informações corretas sobre as etiquetas e sobre os produtos.

- Entre outros

A tabela abaixo sintetiza algumas das atividades de divulgação planeadas no âmbito de implementação do projeto Label 2020 (podem variar por país):

Poderá consultar a restante informação da tabela em https://www.novaetiquetaenergetica.pt/sobre-nos/sobre-a-iniciativa/

 

A União Europeia adotou um formato e identidade visual novos para as novas etiquetas energéticas para 6 grupos de produtos:

As novas etiquetas serão disponibilizadas para os consumidores europeus nas lojas físicas e on-line a partir de 1 de março de 2021 e a partir de 1 de setembro de 2021 para as fontes de luz. Atenção que esta alteração abrange nesta fase apenas 6 categorias de produto, pelo que alguns produtos como ares-condicionados, fornos e aquecedores manterão a etiqueta energética atual. A transição da etiqueta destes produtos para a nova etiqueta ocorrerá numa data posterior

 

Quais as novidades da etiqueta energética?

- Regresso à bem conhecida escala de A a G adotando novas formas de cálculo para classificar os produtos em comercialização no mercado Europeu;

- Criação de uma base de dados digital de produtos onde os fornecedores devem colocar toda a informação relativa aos produtos com etiqueta energética que comercializam no mercado Europeu permitindo uma maior transparência e facilidade nos procedimentos de vigilância e fiscalização do mercado pelas autoridades nacionais.

- Inclusão de um novo elemento na etiqueta, um código QR que os consumidores podem digitalizar com um smartphone comum e aceder à informação que consta sobre cada produto na base de dados de produtos digital.

- Dependendo do produto, as etiquetas energéticas exibirão, não apenas o consumo de eletricidade, mas também outras informações energéticas e não energéticas (informações sobre o consumo de água por ciclo de lavagem completo, capacidade de armazenamento, ruído emitido, etc.), com novos e intuitivos pictogramas, para comparar produtos e realizar uma compra mais informada.

 Fonte

Comentários

Deixe o seu comentário